Visita ao centro histórico de São Brás de Alportel

   Ontem fizemos uma visita ao centro histórico de São Brás de Alportel para ficarmos a saber mais coisas sobre as figuras históricas e também conhecer alguns edifícios importantes para São Brás de Alportel.
Começamos a nossa visita no museu e ficámos a saber que quem construiu o edifício foi Miguel Dias de Andrade. Este senhor nasceu numa família pobre, mas enriqueceu graças à compra e venda da cortiça. Por isso, fez uma casa tão grande.

centro2
No museu, vimos uma exposição de esculturas de Rosalina Passos e do seu filho Joaquim Passos.

centro1

   Depois saímos do museu e fomos para a zona histórica, e conhecemos a neta de Rosalina Passos, a senhora Graça Passos que nos mostrou a casa da sua avó que agora é sua. Esta casa foi também antigamente uma farmácia, pois o marido de Rosalina era farmacêutico. A D. Graça explicou-nos que antigamente as casas eram muito diferentes umas das outras por fora e por dentro porque eram feitas por diferentes construtores e as pessoas mandavam fazer o mobiliário à sua maneira e gosto.
Na casa desta senhora vimos também pinturas de Vírgínia Passos, uma irmã de Rosalina. Esta família tinha várias pessoas que foram importantes para São Brás de Alportel como Bernardo de Passos que foi poeta e tem uma escola com o seu nome, Boaventura Passos que foi escritor, desenhador e caricaturista.

centro8

centro9

centro10

centro12

   Vimos ainda o busto do poeta Bernardo de Passos no largo D. Sebastião que é o largo principal de São Brás por que dele saem ou chegam todas as ruas de saída da vila para Faro, Tavira, Loulé. Tem este nome porque antigamente havia a igreja de S. Sebastião que depois foi destruída e construída noutro lugar.

centro5

centro6

Passámos também na casa que foi do médico Victorino Passos Pinto, que fez a primeira operação ao apêndice em São Brás, e  assim salvou a vida de um camponês.

centro7

   Vimos também a casa de João Rosa Beatriz  A sua família também era rica, por isso também tinha uma casa grande. Antigamente as famílias ricas também tinham o costume de colocar estátuas nos telhados das casas. As estátutas podiam representar as estações do ano ou valores como a solidariedade, a amizade,… Esta casa tem uma estátua mas não se consegue ver muito bem, porque a rua é um pouco estreita.

centro4

   João Rosa Beatriz  ajudou São Brás a se tornar um concelho independente. Dantes era uma freguesia do concelho de Faro.

   Depois passamos por o edifício, onde vimos a janela, de onde há 100 anos (no dia 1 de junho de 1914) João Rosa Beatriz anunciou aos são-brasenses que São Brás era um concelho independente. Esse edifício é a agora a Câmara Municipal.

centro14

    Ao pé da Câmara Municipal está uma casa vermelha que foi uma das primeiras escolas de São Brás.

centro14a

    A igreja matriz, que é a  igreja principal também fica no centro histórico.

centro14b
Observámos o edifício da Biblioteca Municipal que têm o nome de Manuel Francisco do Estanco Louro que foi bibliotecário e investigador.

centro14c

    Passámos pelo largo da “menina Sousinha”, como era conhecida a professora Alexandrina de Sousa Negrão e vimos um edifício que foi uma antiga escola primária. Alguns dos nossos pais andaram naquela escola.

centro15

centro16
Regressámos à nossa escola sabendo mais coisas sobre a vila de São Brás de Alportel.

Anúncios

2 thoughts on “Visita ao centro histórico de São Brás de Alportel

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s